Conhecendo a Europa de trem

O trem é o modo mais europeu de viajar. Eficiente, seguro, confortável e, de quebra, com muito charme. Para os brasileiros que pretendem conhecer ou rever diversas cidades da Europa em uma única viagem, o trem é o jeito mais fácil e prático, além de proporcionar visuais lindos e encantadores da paisagem européia.

Trem-europa

Motivos pra se viajar de trem na Europa

O trem é a maneira mais confortável e prática de conhecer os encantos das cidades europeias. Na maioria dos trens europeus não há a burocracia dos aeroportos como o check in com duas horas de antecedência, revista no raio-X, conferência de documentos e de bagagens. Viajar de trem também é, muitas vezes, mais econômico, já que o passageiro não paga pela taxa de embarque nem pelo traslado de táxi ou ônibus até o aeroporto.

Motivos para não optar pela viagem de trem

Na hora de cobrir grandes distâncias, o trem perde feio para o avião. Oito ou dez horas num trem podem ser ainda mais desgastantes do que o mesmo período no ar. Trens também não são interessantes como se imagina para apreciar paisagens. Claro que existem as rotas realmente panorâmicas, mas são poucas (as da Suíça são imbatíveis). Nos trens de alta velocidade, então, só se vê um borrão na janela. Para apreciar o caminho (percorrendo estradas secundárias), o carro ainda é mais indicado na maioria dos lugares.

Bagagens

malas-abre

A quantidade padrão de bagagem é de duas malas grandes por pessoa. Uma das vantagens de viajar de trem é que, diferentemente das companhias aéreas internacionais e das low cost, não há regra para despacho, nem limite de peso de bagagem. Mas o passageiro fica responsável pelo transporte da bagagem, que é armazenada nos bagageiros superiores ou atrás de cada assento.

A experiência leva os passageiros de trem a viajar leve. Procure viajar com uma mala de quatro rodinhas tamanho M (65 centímetros de altura, em pé). Leve também um cadeado de bicicleta para prender a mala ao gradil da prateleira, e assim não passar aflição enquanto a mala não estiver sob a sua mira.

Passes x Passagens avulsas

Antes de tudo, faça um roteiro com o tempo de duração da viagem e os lugares que pretende visitar. Os passes compensam se você pretende visitar uma grande quantidade de países (ou fazer muitas viagens dentro de um único país) em um determinado espaço de tempo. Também há vantagens de preços para jovens, idosos e grupos (a partir de duas pessoas). No site da Eurail (com versão em português) você obtém todas as informações necessárias e ofertas de passes divididos por categorias. O passe pode ser adquirido ainda no Brasil e é enviado para a casa do portador pelos Correios.

As passagens separadas são a forma mais fácil de economizar caso a intenção seja viajar para poucos lugares ou especialmente para o leste europeu (pois lá os preços costumam ser bem em conta). Fique atento, ainda, para o fato de que quanto mais alta a velocidade do trem, mais cara pode ser a passagem. Além disso, outra opção para aqueles que desejam gastar menos são os trechos noturnos.

Primeira ou segunda classe?

mh_interna_chocolatetrain

A primeira classe tem assentos mais confortáveis e com um pouco mais de espaço; tem também menor disputa de espaço para colocar malas (até porque grande parte dos ocupantes são executivos que não vão com malas de turista). Em algumas ferrovias o wifi é incluído e pode haver café de cortesia. Na ponta do lápis, vale a pena quando aparece uma tarifa promocional.

A segunda classe é o equivalente à classe econômica dos aviões só que, com exceção dos trens muito antigos, é bem mais confortável do que a classe econômica dos aviões. É onde os europeus viajam.

Como comprar

Não deixe pra comprar as passagens em cima da hora pois a venda de passagens nos trens de alta velocidade funciona igualzinho à venda de passagens de avião: se quer pagar pouco, tem que comprar com antecedência. Na hora, você vai pagar tarifa cheia. E se o trem exigir reserva de assento (o que é o caso em todos os trens de alta velocidade na Espanha, na França, na Itália e no Thalys entre Paris, Bruxelas e Amsterdã), você pode simplesmente não conseguir embarcar.

A Rail Europe, responsável pela venda de passagens de trem na Europa, tem um site em português. Com isso, você evita filas, sobretudo na alta temporada. Os passes comprados com antecedência podem garantir bons descontos. O site também apresenta algumas promoções, além de oferecer serviços como reserva de assento, o que pode ser exigido pelos trens de alta velocidade. Além disso, os bilhetes são entregues na sua residência.

 

Ai estão algumas dicas pra vocês aproveitarem bem sua viagem de trem pela Europa. Com certeza é uma experiência única! Se você tem mais alguma dica, deixe nos comentários =)

 

 

 

 

 

 

Um comentário sobre “Conhecendo a Europa de trem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *